Compressores com Inversor de Frequência

Compressores com Inversor de Frequência

A quantidade de ar comprimido necessária durante o dia ou semana varia de acordo com a produção.

Estas variações podem ser mais ou menos intensas.

Quanto mais intensa elas são, mais energia é consumida quando o compressor trabalha em alívio.

Produzir somente o ar necessário para o ciclo de produção é a única maneira inteligente de reduzir os custos de consumo de energia elétrica.

Nossa vasta experiência em ar comprimido nos ensinou que independente do tamanho do compressor:

A quantidade de ar comprimido necessária varia de acordo com os picos de demanda.

Quanto maior a variação no consumo de ar comprimido, maior o consumo de energia por litro de ar produzido.

Mais de 80% das aplicações utilizam menos de 80% da capacidade de cada compressor.

A maioria das instalações requer dois ou três compressores de diferentes tamanhos. Variações na quantidade de ar comprimido necessária causam constantes partidas, aberturas e fechamentos da válvula de admissão e/ou choques internos de pressão.

Se o compressor opera em alívio, a energia é desperdiçada, pois nenhum trabalho é executado.

Se o compressor sofre choques internos, consome mais energia do que seria necessário para produzir a mesma quantidade de ar comprimido.

 

 

 

 

 

Sabe-se que em 3-5 anos de operação do compressor, mais de 3/4 de todo custo de operação são referentes ao consumo de energia elétrica.

Reduzir o consumo de energia significa:

  • Menores custos de eletricidade = ECONOMIA
  • Menor consumo de energia = Respeito ao meio ambiente

 

Economia de energia: É a melhor escolha de investimento para aumento de desempenho no futuro.

 

 

Para tanto, a Arpressi indica o Compressor com Inversor de frequência, que ajusta eletronicamente a velocidade do motor e consome apenas a energia necessária para produzir o ar requerido pela rede. Esta tecnologia reduz até 35% o consumo de energia.

 

Arpressi